O game Pokémon GO não precisa de apresentações, mesmo as pessoas que ainda não jogaram, já ouviram falar deste game que se tornou febre mundial. Este crescimento exponencial precisa de uma infraestrutura de ponta, mas quais são os principais números? Onde roda esse game?
Neste post vamos mostrar alguns dados do game, a fim criar uma comparação com seu projeto e demonstrar como o Google Cloud Platform e a Sisqualis podem ser fundamentais para o seu sucesso.
Primeiramente a Niantic é uma cliente do Google Cloud Platform e nada melhor do que uma imagem que fala por si:
Imagem Google Blog

Imagem Google Blog

Com estes primeiros dados, podemos avaliar que qualquer planejamento em um data center tradicional, seria um verdadeiro caos, mas no Google a escalabilidade e missão crítica está no DNA.
Os requisitos deste projeto eram apenas ofertar globalmente um app para o game, mas ninguém do Google ou da Niantic tinham idéia que em poucas horas após o lançamento um projeto iria virar uma febre mundial, logo percebemos que as escolhas iniciais foram fundamentais e gostaríamos de compartilhar com vocês duas principais:
Google Datastore
O Datastore é um banco de dados NoSQL que foi projetado pelo Google para ser escalável e mundialmente acessível por todos os data centers da empresa. Este com certeza foi um dos principais pontos de sucesso, tendo em vista a imensa massa de informações que o game gerou hora após hora, somando novos clientes crescendo exponencialmente além de cada novo cliente utilizando intensamente o Pokémon.
Kubernetes
Os containers open source Kubernetes formaram os nós que forneceram a aplicação do game a todos usuários, permitindo uma enorme escalabilidade que superou 1.000 unidades ativas em poucas horas, assim obrigando a equipe da Niantic e Google a dedicarem seus esforços nos balanceadores de carga HTTPS, tendo em vista o requisito de segurança de acesso foi parte dos requisitos.
Fotos das equipes após o lançamento do Pokémon GO

Fotos das equipes após o lançamento do Pokémon GO

 

Alguns outros dados impressionantes sobre este projeto que roda até hoje no Google Cloud Platform:
  • Com poucos produtos do Google Cloud a Niantic desenvolveu e forneceu seu game ao mundo.
  • O case do Pokémon GO é o maior uso de Kubernetes até hoje registrado e toda a expertise gerada por esse projeto renderam dezenas de melhorias no código open source do Kubernetes.
  • O cluster de containers que fornece o motor do game é composto por muitas dezenas de milhares de unidades.
  • A rede mundial do Google ajudou a reduzir a latência de jogadores pelo mundo além de trafegar a maior parte dos dados pela rede de fibra privada do Google Cloud Platform.
Se você conta com um projeto e esta analisando opções de cloud entre em contato com a Sisqualis que é Google Partner e Reseller Google Cloud Platform e conte com nossa equipe especializada para lhe ajudar a realizar uma POC.